Mesclas

Mesclas
....E o meu coração baterá por mais um ou dois segundos...Nunca estive tão sóbrio de mim.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Tente outra vez


Como é sacrificante dizer um olá,
Ou ao menos soletrar qualquer palavra.
Tente outra vez e os sonhos serão diferentes...
Como sombras que se perdem na noite calejada...
Abrace a própria carne, ela não é culpada pela dor emocional...
O que você procura não existe, ou existe em seus mundos de  ideologia,
De friezas, um tanto trincados à um fio de se romperem.
Não chore mais, posso ouvir dentro desse quarto estranho,
Os gritos de prisão, desejando ser livre para voar,
Sem ao menos saber que os pássaros também caem...
Se ontem foi um dia difícil,
Por favor faça de hoje o paralelo e não se esqueça....
Do meio, início e fim.
Você será um pouco diferente se não parar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário